segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Algodão doce!

Algodão doce, doce ser criança

Obscuridade na lembrança

Sonhos da infância

Desejos de ser o que era ser

Criança...

Pequenos gestos

grandes anseios

de sonhos gigantes

lembrança de antes

brincar de viver

de esquecer

e nas obscuridades

fugir das idades

que insistem aparecer

cria, criança, faz compreensão

gestos de meninice

guardados no coração

enrola-se no cordão

gira-se como pião

sorriso latente

num mundo de gente

que flutua como algodão

doce como a sensação

Sê criança

Sonha, tenha ilusão.

(Márcia Santos)


Um comentário:

Marianna Santos disse...

Dudu é lindo!!!! hehehhe