sexta-feira, 7 de julho de 2017

Incompatível


Por mais que eu tente entender a mim mesma no cenário do mundo e da vida
Fico perdida e cada vez menos compreendida.
O que penso que encaixa no meu jeito de viver, se desconfigura totalmente do modo como as pessoas me enxergam.
O meu sentir é gigante. O meu pesar dura um instante.
Preciso descobrir uma fórmula para decifrar-me.
para que toda incompreensão seja ignorada
Para que deixem ser quem sou
E como sou já sofro o bastante
tentado me encontrar na vida a cada instante .

A vida para mim é um poema
Vamos lendo, saboreando
seguindo
guiando
rimando
amando
e morrendo... aos poucos, dia após dia.

Com a constante incompatibilidade desse ser mulher
desse ser humano
desse ser eu.

Não posso dizer que sou igual
Por razões quase imperceptíveis
Sou única no meu modo de ser
Sou assim.
E nada posso fazer...

A. Ventura


E a vida segue seu curso natural.


E a vida segue seu curso natural.
Quando resolvo tirar fotografias diversas sempre acho que depois vou olhar para essa ou aquela foto e descrever o que senti ao capturar aquela imagem no meu aparelho... 
Queria poder ter o dom de descrever além do que meus olhos podem registrar, além do que meus ouvidos podem captar, além do que os meus sentidos conseguem se manifestar...
A imagem trás observações e percepções indescritíveis, pelo menos para mim, que não sou escritora e que não encontro palavras adequadas.
A imagem do barco repousando na beira mar me fez refletir sobre nós mesmos e a vida. Um mar imenso à nossa frente. Calmo e tranquilo e com um horizonte de possibilidades. O mar é lindo e se basta. Mas por que quando olhamos o mar calmo bate-nos uma nostalgia quase melancólica. Uma tristeza sem explicação.... O que não acontece quando o mar está revolto, agitado e instável. Nós observamos com atenção. Nosso coração pulsa mais forte, a insegurança nos faz ter cautela.. Já não prestamos tanta atenção no horizonte e sim onde quebram as ondas...No que esse movimento causa na areia...uma reviravolta.
Na vida é preciso estar alerta e quando a nossa vida está como o mar tranquilo relaxamos e ousamos ficar apenas admirando o horizonte, mesmo sem ter a menor ideia do que se tem além da linha imaginária que separa o céu do mar...Mas parece confortável molhar os pés e caminhar tranquilamente.
Na vida as tempestades também acontecem , os ventos sopram, as ondas quebram, a linha do horizonte desaparece.... E o que fazem as pessoas diante dessas reviravoltas.. umas correm e procuram abrigo, outras se jogam e tentam surfar nas ondas dos acasos e domar os seus medos e os reveses da vida... O que realmente importa em toda essa reflexão é concluir que a vida assim como o mar precisa de suas tempestades, movimentos e sacudidas para que possamos sempre admirá-la sem medo ou receios e saber nadar, surfar ou contemplar quando for preciso. As emoções são necessárias, as inseguranças nos permitem a cautela e a beleza essa nos fortalece.

A. Ventura

Metamorfose






Eis que faço parte da história.
Eis que sou uma parte desse todo que é o mundo.
Aqui estou deixando registrado meus passos, caminhos e percalços.
Ficará aqui minha alegria, meu sorriso, meu silêncio atento e todo meu encantamento.
Guarda aí na retina
A lembrança
Do sorriso dessa menina
Que um dia sem querer
Se transformou
Bateu asas e voou
Virou mulher!

Alice Ventura

segunda-feira, 19 de junho de 2017

O lamento



Quando surge o fim de tarde sinto
que me invade tristeza
um sol que se põe
Um brilho que se vai
Um dia que se perdeu.
Nunca mais será meu.

O lamento não é de dor
O lamento é de sentir
Que se o dia se for
Com ele as lembranças do amor
Verei partir

Haverá de ter sentido,
tal sofrimento, outrora tudo será perdido
a dor que teve se fora e
o amor que amaste
perdera o sentido

Esquecido no minguar do dia
Só mesmo vendo a lua
que tudo irradia
para  como tolo esquecer
Criar nova história
e ao anoitecer
Amar até morrer...

Enquanto espera outro dia amanhecer.

Alice Ventura

Sorriso

"Olha aí o sorriso dela!
O que ele revela ou o que esconde?
Sem legendas, não tem por onde.
Simplesmente o sorriso dela...
Aparente alegria
Em um Sorriso que contagia..
Ainda é pura nostalgia.
Quando busca na emoção
Lembranças no coração.
Mas é ela a alegria
Que vence e acelera
A batida e pulsação
Desse livre coração" (...)
Alice Ventura

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Silêncio


Em algumas circunstancias o calar pode dizer muitas coisas.
Sensibilidade para saber a hora de silenciar.

segunda-feira, 27 de março de 2017

Foi só o tempo que errou...



De tarde quero descansar,
Chegar até a praia e ver
Se o vento ainda está forte
Vai ser bom subir nas pedras
Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora

Agora está tão longe ver,
A linha do horizonte me distrai
Dos nossos planos é que tenho mais saudade
Quando olhavamos juntos na mesma direção

Aonde está você agora
Além de aqui, 
Dentro de mim?

Agimos certo sem querer
Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil eu sem você
Porque você está comigo o tempo todo
E quando eu vejo o mar
Existe algo que diz
Que a vida continua
E se entregar
É uma bobagem

Já que você não está aqui
O que posso fazer é cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos
Lembra que o plano era ficarmos bem?
Yey, yey, yey, yey, yey

- Olha só o que eu achei: 
Cavalos-marinhos

Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora.

Legião Urbana

terça-feira, 21 de março de 2017

segunda-feira, 6 de março de 2017

Saudade


Pensar em escrever sobre a saudade de alguém que amamos é complicado,  tão dolorido quanto espremer um limão em uma ferida aberta. Aquela ferida que a gente coloca um band aid para não ficar olhando e sofrendo, porque a gente sabe que dela ficará uma cicatriz para sempre.
Mas, tentarei mesmo assim, falar de uma saudade que me acompanha dia e noite. Uma saudade que me faz rir sozinha. Me faz conversar sozinha. Me faz chorar, chorar muito sozinha.
A saudade que vem quando a gente menos espera. ( ...)

Chapada Diamantina - Ba


Até que enfim o dia de conhecer a Chapada chegou!
Foram anos planejando e adiando...

Lençóis Bahia 

Segundo os historiadores, Lençóis Bahia foi descoberta no século 19 ocasionado pela exploração de diamantes na região de Mucugê. ... 
Foi criado o Parque Nacional da Chapada Diamantina e em 1973 a cidade de Lençóis foi tombada pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Artístico Nacional) como Patrimônio Nacional.




Chegando na cidade


Bem acomodada agora é hora de dar uma volta para conhecer a linda cidade de Lençóis...







Praça do Coreto.
Lindo e tudo muito bem conservado



A famosa Rua das pedras de dia... Um charme!

e..

Rua das Pedras à noite.. onde o burburinho acontece.
Ótimos restaurantes, artistas de rua, lojas charmosas, gente do mundo todo!



Igreja Nossa Senhora do Rosário 

E agora é hora de aventura!!!!


 Marimbuns, também chamado de Mini-Pantanal da Chapada Diamantina!
 A comunidade é Remanso!
 O Rio Santo Antônio é uma beleza!









Caldeirões do Roncador, local único com suas formações e quedas d´água que formam piscinas naturais....
Simplesmente magnífico!



Muita simbologia
Muito magia
Muita energia

Decidi colocar as pernas para o ar literalmente e me deliciar nas belezas naturais do local


Relaxar nesses caldeirões do Rio Roncador não tem preço!
Pura energia que vem das águas, da paisagem, do sol, da natureza.


A massagem que essa água produz é indescritível
a sensação que o sol traz é diferente
Acho que esse lugar é encantado!
Obrigada Senhor por ter me proporcionado essa vivência !
A saudade que trago no peito dos lugares que visitei só me faz sentir
o quanto a vida é maravilhosa.
E que cada fase que passamos, cada lágrima que derramamos, cada alegria, ou seja, cada sentimento 
é pra lembrarmos da existência de DEUS!